Fotos: TRF4

No Brasil o Presidente é acusado de comprar votos. Não de ser mandão. De fato, de ser mandão são acusados outros, por exemplo: O mercado é acusado de mandar na pauta do Congresso. Cunha, que ninguém sabe de fato onde está preso. Papai Jefferson é acusado de impor a filhinha, ou pelo menos de tentar. Os congressistas são acusados de venderem-se. Agora, quando você chega no judiciário, a coisa muda. Os juízes agora são a lei. Por isso condenam por convicção. A prova, a materialidade do crime, virou mero detalhe. E assim, tudo pode.

Confira a nova coluna em vídeo do Pastor Ariovaldo na Mídia NINJA:

 

 

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Jean Wyllys

Jean Wyllys: Não se faz fofoca com o assassinato de Marielle

Ericka Gavinho

Segurança pública e eleições

Pastor Ariovaldo

Pastor Ariovaldo: As relações de trabalho

Vinícius Lima

O que aprendi conversando com o invisível: Genival

Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos: As esquerdas no novo ciclo político

Vinícius Lima

SP Invisível: Maria aparecida de Jesus, mas pode me chamar de Doidinha

Tulio Ribeiro

O tango que os Argentinos não gostaram

Mônica Horta

A não-moda brasileira

Liana Cirne Lins

É hora do PT mostrar que aprendeu

André Barros

Lula será candidato?

André Barros

Criminalização racista da maconha

Jean Wyllys

Jean Wyllys: 6 perguntas para Jair Bolsonaro

Pastor Ariovaldo

Pastor Ariovaldo: Trabalho como direito e espaço de realização

André Barros

As 23 condenações de junho de 2013

André Barros

Maconha e receita tributária