Fotos: TRF4

No Brasil o Presidente é acusado de comprar votos. Não de ser mandão. De fato, de ser mandão são acusados outros, por exemplo: O mercado é acusado de mandar na pauta do Congresso. Cunha, que ninguém sabe de fato onde está preso. Papai Jefferson é acusado de impor a filhinha, ou pelo menos de tentar. Os congressistas são acusados de venderem-se. Agora, quando você chega no judiciário, a coisa muda. Os juízes agora são a lei. Por isso condenam por convicção. A prova, a materialidade do crime, virou mero detalhe. E assim, tudo pode.

Confira a nova coluna em vídeo do Pastor Ariovaldo na Mídia NINJA:

 

 

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Daniel Zen

Aos que votavam em Bolsonaro por "honestidade", podem arrumar outro motivo ou voto

Renata Mielli

Podem ter roubado seus dados do Facebook para alterar o resultado da eleição

Gabinetona

Economia pelo bem viver

Caetano Veloso

Caetano Veloso responde a Olavo de Carvalho

Monique Prada

Monique Prada: Pode a puta de luxo falar?

Ivana Bentes

Delírio de onipotência: A carta de Bolsonaro ao povo brasileiro é um obituário para a democracia

Movimento dos Pequenos Agricultores

Soberania Alimentar e o que está em jogo nesta corrida presidencial

Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos: As Democracias também morrem democraticamente

Jean Wyllys

Jean Wyllys: Operação Lava-Zap

Tulio Ribeiro

Milagro Sala: Os mil dias de uma prisão injusta

Tulio Ribeiro

O genocídio palestino

Jean Wyllys

Jean Wyllys: Legado dos governos petistas foi mais importante na educação

Tulio Ribeiro

Mattis e o roubo do século

Tulio Ribeiro

A dolarização e o neocolonialismo

André Barros

Paes é Cabral. Cabral é Paes