opinião

O avesso do avesso

As manifestações desse domingo, 26/05, convocadas em apoio ao governo Bolsonaro, foram significativas, mas, não tiveram o tamanho esperado.

Fora Bolsonaro já!

Como em junho de 2013, amanhã vai ser maior. No dia 30 de maio, voltaremos à avenida Presidente Vargas, e quantas vezes mais forem necessárias, até Bolsonaro sair da Presidência da República.

Internação maconheira

Não aceitam qualquer forma de redução da desigualdade e só apontam para mais concentração de renda, disseminando todas as formas de preconceito e discriminação.

Para um feliz dia das mães

Então se você ama a sua mãe vá lavar suas cuecas, lavar louças, arrumar a casa, cuidar de seus filhos e filhas. Não confunda o amor da sua mãe com a comida que ela prepara. Cozinhe também.

O ser sexy nunca foi uma dificuldade

Ser sexy não é fazer uma foto com cara de estou gozando e sim é você também se sentir bem e plena sendo a mulher workarolic mais incrível do seu mundo e não do mundo dos outros.

Uma catástrofe no estado do Rio de Janeiro

Frente ao desastre administrativo do Rio de Janeiro e de uma política genocida executada com a participação direta do govenador Wilson Witzel, a colunista Tainá de Paula comenta a última semana no estado fluminense.

O movimento negro brasileiro é foda!

Em artigo, o jornalista Pedro Borges fala sobre a luta antirracista no país, que tem se colocado, como em outros momentos da história, como um dos principais atores políticos na resistência contra o conservadorismo.

A primeira marcha da maconha com Bolsonaro

Só vamos parar quando a maconha for legalizada para todos os fins e vier a se tornar um instrumento de reparação social, de redução da desigualdade social, contra o racismo nesse capitalismo periférico de fortes permanências monarquistas e escravocratas.

Lágrimas de Padilha

Arrependei-vos! Tenho sentimentos pouco cristãos com o arrependimento de José Padilha, que produziu O Mecanismo, uma filme-peça de publicidade pró impeachment e anti-petista e que foi um ativo produtor de imaginários fascistóides, desde Tropa de Elite I. Tive a...

19 de abril: Nada a comemorar!

As Terras Indígenas são bens da União, sendo reconhecido aos povos a posse permanente e o usufruto exclusivo das riquezas do solo, dos rios e dos lagos nelas existentes, sendo dever do Estado protegê-las.

A política nacional de drogas de Bolsonaro

Na realidade, quem é contra a legalização da maconha é que está defendendo o tráfico de drogas, seus milionários traficantes e todo o sistema de corrupção e de venda de armas e munições.

Quem levou o BBB?

Autêntica, impulsiva, ignorante, coração mole. Ganha aquela amiga racista que todo mundo tem, cujo preconceito fingimos não ver.