opinião

A prisão de Michel Temer

A prisão do ex-Presidente da República, Michel Temer, situa-se no âmbito da guerra travada por aqueles que sofreram revés de quem ajudou a incensá-los.

Uma carta para Marielle

Nós estamos fazendo história, ocupando espaços que nos foram negados. E você, como um girassol, ilumina nossos trajetos, guia nossos caminhos e permanece presente como sempre foi: uma liderança que respeitamos e admiramos. E é imensa.

Anielle Franco: A luta continua

Eu ainda sinto a presença dela nos ajudando a tomar decisões e a seguir em frente mesmo na dor. Às vezes dói tanto que eu prefiro parar e lembrar somente os momentos felizes que tivemos.

Raull Santiago: Um ano

Gente, assassinaram a Marielle. ASSASSINARAM A MARI. De início as pessoas não acreditaram, mas eu falei, é verdade, gente. Foi quando a ficha caiu.

Mamãe da Putaria

É música pra mina preta, é música pra funkeira, é música pra leitoras de djamilas, é música pra boy desavisado, é música pra maninha branca arrastar a raba no chão, é música pra nós, mulheres que não pedimos desculpas.

A bandidagem veste toga

Como a relação das famílias Moro e Arns com a Lava Jato contribuíram para o surgimento de dois “mercados” milionários: o de delações premiadas e o de palestras.

Os idiotas da objetividade

Perdemos as eleições por fatores múltiplos e complexos, mas também por não saber renovar a linguagem. E ninguém tem a fórmula.

As mulheres e o amor

Não amamos gente, amamos uma ideia de amor, romântico. E nela não cabem as negras, não cabem as gordas, não cabem as velhas, não cabem as feias, não cabem as mães, não cabem as mulheres com deficiência, não cabe quase mulher nenhuma

A privacidade segundo Zuckerberg e o monitoramento em massa

Ao que tudo indica, sem afirmar em nenhum momento que o Facebook como plataforma aberta está perdendo relevância, Zuckerberg aponta que já estuda a construção de uma nova plataforma de serviços, que integrará as anteriores, mas com foco na privacidade.

Quem tem medo do carnaval?

Nesse Carnaval, com a popularidade em queda livre, o Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) – ou seja lá quem for que administra sua conta no Twitter – despirocou de vez.

O Excrementíssimo Presidente

Bolsonaro e seus mentores parecem desconhecer o básico do carnaval: deboche, ironia, inversão, humor, fazer em público o que se esconde no privado, liberdade. Maior tecnologia de catarse e beleza desse país.

A Reforma da Previdência de Bolsonaro

A cruel proposta de Reforma da Previdência de Jair Bolsonaro (PSL) sacrifica idosos, trabalhadores rurais, pessoas com deficiência e os mais humildes. Veja os pontos negativos da Reforma

Moro, Caixa 2 e corrupção

A disparidade entre as posições de antanho e a de hoje, do então juiz e agora Ministro; e do ainda Procurador da República só demonstram o quão casuístas e perseguidores eles são.

Vai pra Cuba!

Podemos construir o mundo de uma outra maneira, que não seja baseado na exploração das pessoas. Eu chamo isso de socialismo. Vamos construí-lo? Vá pra Cuba.

Mortes pelo Estado são comemoradas por Witzel

Estamos vivendo um estado onde crimes são considerados tragédias, acidentes, e que o governador do Estado do Rio de Janeiro comemora mortes de adolescentes negros em favelas. Mas a responsabilidade dessas mortes é do governador.

LGBTfobia: por que é importante criminalizar?

A população LGBT é o único grupo vulnerável sem proteção jurídico-penal específica contra seus agressores, como pede a Constituição Federal. O STF avança em julgamento que reconhece a demora do Congresso Nacional em obedecer à mais importante legislação do Brasil.

Pretas, Gordas, na Praia!

15 mulheres marcam de ir a praia. O número por si só chama atenção. Onde vai tanta mulher junta? Porque tanta mulher junta?

A Classe Média no poder

Esse ethos classe média e moralista dos almoços de domingo e da família conservadora foram tornados políticas públicas e políticas de perseguição e ódio as diferenças.

Já imaginou isso na sua casa?

As operações policiais nas favelas e comunidades do Rio de Janeiro afetam diretamente a vida de moradores que sofrem agressões com a justificativa da “guerra às drogas”.

Liberdade vigiada

“Deus acima de tudo” é um dos lemas do governo. Mas se os religiosos forem contrários a ele, podem ser perseguidos como na Ditadura Militar.

Levanta, Brasil!

Hostes reacionárias preparam várias frentes de ataque à liberdade de expressão e à livre produção cultural. Não está na hora de um grande NÃO?