Foto: Mídia NINJA

Acho que a decisão de prender Lula já está tomada. E me parece que não vai demorar.

Isso significa que o golpe entrou em nova fase. Estão se sentindo em condições e fortes para dar o golpe final antes das eleições.

Acho que inevitavelmente virá a fase repressão. Seletiva, planejada, sem a brutalidade exposta como na ditadura militar.

Parece que praticamente fecharam todo o universo institucional. Não tenho condições de ter uma radiografia do poder, mas não tenho dúvida que esse golpe que estamos vivendo tem planejamento, articulação e que trabalham de forma muito articulada.

O que resta neste nível institucional devemos disputar. Temos do nosso lado, potencialmente a maioria do povo, setores democráticas, a maioria dos intelectuais, os movimentos sociais e uma consciência e uma memória dos ganhos e avanços dos nossos governos.

A luta é entre a democracia e o estado de direito versus a ditadura jurídica/midiática/parlamentar.

Me angustia que não estejamos nos preparando e debatendo; que a direção e seus órgãos dirigentes não estejam analisando junto às bases a evolução da situação. Por paradoxal que seja a direita avança e ao mesmo tempo o movimento democrático cresce. Somos responsáveis por essas pessoas que estão se expondo para defender a democracia e o presidente Lula. Existe um invento democrático forte e em crescimento.

Vejo na internet uma radicalização das nossas bases sociais principalmente da juventude. E uma certa confusão sobre o que fazer.

Achei certo desmobilizar a concentração em POA antes do resultado. Naturalmente viraria o primeiro confronto, tudo que a direita quer. Matar esse movimento no nascedouro.

Mas o movimento social em geral precisa que os partidos e seus dirigentes orientem e interpretem esse momento, apontado para o que fazer. Entramos em uma nova conjuntura depois de 24 de janeiro.

A sensação de muitos e minha também é que estamos atrasados. A direita está sabendo o que quer de cada momento e tem extraído dividendos políticos. Estão mantendo a dianteira, organizando o cenário e estão se dando bem até agora.

Não estamos mortos nem liquidados. Pelo contrário. Lula só cresce e nossa base ampliou. Estamos vendo nascer um grande movimento democrático de massa. O caráter ditatorial está cada dia mais explícito.

Vai ser preciso analisar esse novo momento e orientar o movimento democrático.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Dríade Aguiar

Pretas, Gordas, na Praia!

Fatine Oliveira

Acessibilidade nos afetos

Luiz Henrique Eloy

Povos indígenas e acesso a justiça na pauta do Supremo

Caetano Veloso

Caetano Veloso entrevista Baco Exu do Blues

Juca Ferreira

Juca Ferreira: É difícil ficar calado diante deste horror

Ivana Bentes

A Classe Média no poder

Juca Ferreira

Levanta, Brasil!

Daniel Zen

A falácia do projeto de “lei anti crimes” de Sérgio Moro

André Barros

André Barros: Brumadinho não foi tragédia

Daniel Zen

Daniel Zen: Milícias e Facções

NINJA

“O samba está muito bem representado”, afirma Rubem Confete

Daniel Zen

Daniel Zen: O que esperar do Governo Bolsonaro?

Gabinetona

Tem um rio no meio do caminho

Ricardo Targino

Começou a Recolonização do Cinema Brasileiro!

NINJA

Opinião: Cai de vez a máscara de Moro