Escolha uma Página

Contra Plongée da Anitta! Aqui desenharam o nome da música, mas a metáfora é mais poderosa : )

“Eu vou jogar bem na sua cara”! Enquanto a “direita comportamental” avança na política numa onda regressiva o novo clip de Anitta com a drag Pabllo Vittar é o clip mais assistido do mundo nas últimas 24 horas alavancando a música do Major Lazer que se rendem ao que chamaram de o “Poder do Brasil” nas redes sociais.

O clip é uma mistura de Mad Max com dança do ventre! Odaliscas funkeiras no deserto com homens rondando as minas de quadriciclo nas areais do Saara enquanto Anitta e Pabllo descem até o chão com botas e figurinos sexo-futuristas! E retrô-sexistas também (as mulheres com correntes douradas e bundadas na areia rs).

Os comentários nas redes dos fãs competem com a homofobia e o pânico diante de uma mulher exuberante com pau, Pabllo Vittar, um talento que todo mundo cantou no carnaval de 2017! E dessa vez não é Anitta, é Pabllo que desarruma tudo ao afirmar nas suas entrevistas que não precisar de nome feminino para ser drag queen, que é homem, gay, gosta de se montar, que usa a roupa que quer, o pronome que quer, “sou mulher e sou homem”.

Num momento que a crise de representação na política nos joga no fundo do poço, vem o Parlamento dos Corpos e faz uma outra política, um Brasil periférico global, drag, funkeiro, over, que está na música (tem se falando em MPBTrans), na literatura, na moda, no debate politico do gênero, no pânico dos que querem uma “escola sem partido”, no pânico diante do “kit gay” na educação, no pânico diante desse momento de politização dos corpos, da cor da pele, da sexualidade! “O Brasil precisa de um(a) presidente trans, drag, travesti, LGBT”. Pabllo “joga na cara” o tamanho da crise de representação. #suacara

P.S. Eu só não curti mesmo esse micro top da Adidas destruindo o look odaliscas : )

P.S2. E tem homem dando pause para ver o bico do peito da Anitta numa cena, em 2017!!!!

PS3. Esse contra plongée ai embaixo da Anitta merece virar capa de livro sobre o poder feminino e feminista!

PS4. Também acho esteticamente “básico”, mas, enfim, tem outras leituras. E só a Anitta colocar o Pabllo Vittar no radar já vale o clipe. E o holofote vai bater em Liniker, Rico Dalasam, MC Linn da Quebrada, em toda uma cena!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Marta Dillon

Não há um mundo possível sem as lésbicas
Ver agora

Leandrinha Du Art

Leandrinha Du Art: Ser travesti é ser uma sobrevivente
Ver agora

Renata Mielli

Distritão e Reforma Política: Pior do que tá, fica!
Ver agora

Ivana Bentes

Rio 360 graus! Michael Jackson de fuzil, braços abertos sobre o Santa Marta
Ver agora

João Brant

João Brant: Vou na contramão, reforma política pode ser avanço, apesar do distritão
Ver agora

Isa Penna

Isa Penna: O Fascismo é um perigo!
Ver agora

Jandira Feghali

O que está acontecendo com o Rio de Janeiro?
Ver agora

Pastor Ariovaldo

Pastor Ariovaldo: Nós, os Bananas
Ver agora

Daniel Zen

Regulamentar as drogas não é um 'libera geral'
Ver agora

Jandira Feghali

Jandira Feghali: É pela vida das mulheres
Ver agora

Antonia Pellegrino

Atenção mulheres, com o distritão a coisa só piora
Ver agora

Marcelo Freixo

Marcelo Freixo: O que é o Distritão
Ver agora

Guilherme Boulos

Guilherme Boulos: 3 Pontos para uma Reforma Política
Ver agora

Sâmia Bomfim

11 anos de Lei Maria da Penha: Doria e Temer inimigos das mulheres
Ver agora

Margarida Salomão

O fim do mundo chegou para as universidades brasileiras
Ver agora