Foto: Leandro Taques

Depois de ter proposto educação a distância para crianças, a proposta de Bolsonaro é que o ministério da educação perca a gestão do ensino superior para o Ministério da Ciência e Tecnologia. Ou seja, todo o ensino universitário e o campo das ciências humanas, artes, letras, etc. gerido por um Tenente-Coronel ASTRONAUTA, Marcos Pontes, engenheiro formado no ITA. Na prática é o início do fim do MEC.

Na área educacional, o Ministério da Educação deve perder a responsabilidade pelo ensino superior, que seria transferido para o Ministério de Ciência e Tecnologia.

O primeiro e único brasileiro a ter voado para o espaço pode desmontar e mandar para o espaço um dos maiores e mais estratégicos Ministérios do Brasil: o MEC.

A educação pública no Brasil e o campo cultural são os dois maiores campos visados pelo ódio e desmonte (vide Temer) porque disputam as ideias, a visão de mundo, quebram dogmas e produzem resistência de forma imediata e a longo prazo. Mas são campos resilientes, capazes de fazer muito com pouco.

Os campi universitários estão fincados sobre o que temos de mais sólido para resistir: pensamento, juventude, autonomia, liberdade e coragem. Serão erros e decisões exdrúxulas uma após a outra. Veremos como um governo se manterá assim!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos: A inauguração do passado

Daniel Zen

Daniel Zen: Temer, o pior Presidente da História do Brasil

Leandrinha Du Art

Um cara pediu pra transar no escuro

Colunista NINJA

O Bolsonarismo e a tática da cortina de fumaça

Jean Wyllys

Jean Wyllys: O racismo de sempre no carnaval do Rio

Clayton Nobre

De homem para homem: o que a Gillette provoca sobre mercado e masculinidades

Daniel Zen

Daniel Zen: O que esperar do governo Gladson Cameli?

Jorgetânia Ferreira

Não somos cortina de fumaça!

Vinícius Lima

SP Invisível - Gilberto Maivei

Leandrinha Du Art

Pra quem você é luz extraordinária?

Daniel Zen

Daniel Zen: O que esperar do Governo Bolsonaro?

Gabinetona

Tem um rio no meio do caminho

Ricardo Targino

Começou a Recolonização do Cinema Brasileiro!

NINJA

Opinião: Cai de vez a máscara de Moro

Sonia Guajajara

Sonia Guajajara: Democracia pela mãe terra