Em ano de Copa do Mundo, temos uma certeza: nos meses próximos ao início do evento, boa parte das publicidades são relacionadas ao campeonato, com jogadores expondo marcas de diversas maneiras. Eis que em 2019 a TV aberta vai transmitir pela primeira vez a Copa do Mundo Feminina e, a pouco mais de um mês da competição, a publicidade com as jogadoras basicamente não existe. Pensando em reverter este panorama sexista, a Guaraná Antártica, uma das patrocinadoras da Seleção Feminina criou a campanha #CoisaNossa estimulando que outras empresas façam suas propagandas com as jogadoras e, desta maneira, apoiar à Seleção Feminina na Copa do Mundo! E sim, o dinheiro da venda das imagens será revertido para as jogadoras.

A Copa está há uma menos de uma semana e perguntamos: Quantas vezes você viu as jogadoras em propagandas até então?

View this post on Instagram

Em ano de Copa do Mundo, temos uma certeza: nos meses próximos ao início do evento, boa parte das publicidades são relacionadas ao campeonato, com jogadores expondo marcas de diversas maneiras. Eis que em 2019 a TV aberta vai transmitir pela primeira vez a Copa do Mundo Feminina e quando faltava um mês para a competição, a publicidade com as jogadoras basicamente não existe. Pensando em reverter este panorama sexista, a Guaraná Antártica, uma das patrocinadoras da Seleção Feminina criou uma campanha estimulando que outras empresas façam suas propagandas com as jogadoras e, desta maneira, apoiar à Seleção Feminina na Copa do Mundo! E sim, o dinheiro da venda das imagens será revertido para as jogadoras. A Copa está há uma menos de uma semana e perguntamos: Quantas vezes você viu as jogadaras em propagandas até então? #CopaDoMundoFeminina #GuaranáAntartica #GoGirls #Jogadoras #Publicidade #SeleçãoFemininaDeFutebol #CopaDoMundoFemiNINJA

A post shared by Encuentro De Feminismos (@ellasmujereslatinas) on

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Felipe Milanez

Assassinato de indigenista da Funai na Amazônia precisa de investigação federal

Mônica Horta

Moda democrática e o novo mundo

Estudantes NINJA

O Brasil está em chamas e a rua te chama

Benedita da Silva

Benedita da Silva: Bolsonaro imita Nero

André Barros

Não se combate o tráfico na favela

NINJA

Toninho Geraes: “Sou a favor do grito de liberdade contra essa tirania que assola o país”

NINJA

O escândalo das eleições gerais em Trinidad & Tobago

NINJA

“Precisamos ter voz para acabar com essa onda da extrema direita”, alerta Teresa Cristina

NINJA

Feminismo nas igrejas: "não queremos tomar o poder dos homens, mas destituí-lo"

Liana Cirne Lins

Brasil abaixo de fezes, cocô por cima de todos

Estudantes NINJA

Um (quase) final de ano de tantos retrocessos

NINJA

“Não colem em mim esse discurso da meritocracia”, diz Conceição Evaristo

Preta Rara

A senzala moderna é o quartinho da empregada

NINJA

A criminalização do aborto e o feminicídio de Estado

NINJA

“O samba é a coisa mais importante na cultura brasileira”, ressalta Zé Luiz do Império