Raull Santiago

O privilégio não aguenta ver um preto da favela no topo!

Hoje o artista, empresário e produtor cultural Rennan da Penha, tem uma equipe direta de 30 pessoas que trabalham com ele. Ser preso, mesmo depois de inocentado em primeira instância é um ato covarde não só com ele, mas com muitas pessoas mais.

Raull Santiago: Um ano

Gente, assassinaram a Marielle. ASSASSINARAM A MARI. De início as pessoas não acreditaram, mas eu falei, é verdade, gente. Foi quando a ficha caiu.

Já imaginou isso na sua casa?

As operações policiais nas favelas e comunidades do Rio de Janeiro afetam diretamente a vida de moradores que sofrem agressões com a justificativa da "guerra às drogas".