Escolha uma Página

Amara Moira

Pra que serve um português imexível?

Nossa compreensão de 'certo' e 'errado' segue pautada por um modelo canônico e engessado de português, não pelo português vivo e reinventado por seus falantes.

Pessoas trans para além da patologização

Assim que tomamos as rédeas de nossa existência, junto fomos nos apercebendo das limitações desse olhar patologizador e de o quanto ele nos impunha um eterno estado de subserviência em relação aos saberes médicos.

Feminismo radical e o papel do homem

Pode estar por surgir a primeira geração de homens feministas, homens que sabem o que é ser criado para ser mulher e que devem, sim, participar dessa luta por um mundo onde sexo e gênero não hierarquizem indivíduos: os homens trans.

Quem tem medo do movimento trans?

A verdade é que as expressões "homem com vagina" e "mulher com pênis" vão cada vez ganhando mais força, assim como tudo o que decorre disso.